domingo, 15 de janeiro de 2012

A diálise do liberalismo

A diálise, numa perspectiva físico-química, trata-se de um processo em que duas soluções com composições e concentrações distintas, interagem através de uma membrana semi-permeável, permitindo que após algum tempo tenham a mesma composição e concentração. Na hemodiálise e por incapacidade do rim para agir como filtro, o sangue é sujeito periodicamente a este processo adquirindo as características que assegurem o bom funcionamento do organismo.
Esta semana, uma antiga ministra da educação e das finanças, ex-líder de um partido e deputada no parlamento durante muitos anos, Manuela Ferreira Leite, veio afirmar que para garantir o equilíbrio do sistema de saúde, será inevitável que as pessoas que necessitam de tratamentos de hemodiálise e que tenham mais de 70 anos, suportem financeiramente estes tratamentos.
A barreira dos 70 anos é muito interessante pois exprime uma perigosa ideia de que o estado deve descurar aqueles que se encontram mais perto do fim da vida, o que é estranho pois também esta semana ficámos a saber que pessoas com mais de 70 anos ainda têm um enorme valor no mercado do trabalho, sobretudo quando nomeados politicamente para a administração de grandes empresas como a EDP. Bem sei que falo de um individuo que tira óptimas fotos de grandes momentos com o Blackberry, o que é sinal claro de alguma modernidade.
Depois, há outra perversão e que é a mudança das regras a meio do jogo. As pessoas actualmente com mais de 70 anos trabalharam e fizeram o seu pagamento de impostos, na medida da expectativa de um apoio na doença quando ela chegasse. Tirar-lhe agora o tapete…
Para além disso, as pessoas com mais de 70 anos, são os nossos pais, e falar deles com menos respeito é uma infâmia e exigir-lhes pagamentos extra na sua assistência na doença, é uma traição ao muito do fruto do nosso trabalho que partilhamos com o estado. Se o liberalismo económico é para implementar nas regalias, por favor liberalizem também, aliviando os nossos deveres fiscais.
Daí eu prescrever uma diálise à Dra. Manuela Ferreira Leite.
Coloque a sua solução concentrada nos problemas financeiros e no deficit em contacto com a solução do respeito pelas pessoas e da consciência social, através da barreira semi-permeável do bom senso.
Verá que todos ficamos a ganhar.

3 comentários:

  1. Eu apoio a receita! E já agora, ela que pague os tratamentos, pois tem mais de 70 anos. Aqui o bom, para ela, é ter dinheiro para os pagar. Outros não poderão dizer o mesmo.
    Será que a má lingua e os cerebros pequenos poderão sofrer o mesmo processo de purificaçao? Onde andas bom senso?

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Boa Joaquim, sem espinhas ! ! ! a Manuela Ferreira Leite anda a necessitar de fazer diálise mas é ao cérebro, ela anda com as ideias estragadas, deve ser bastante grave, pois a doença é bastante antiga. É para isto que pagamos a estes gajos todos para nos envenenar o juízo com idiotices destas ? ? ? parem mas é de nos roubar, antes que alguém os faça parar de viver.

    ResponderEliminar