segunda-feira, 25 de abril de 2016

Os dias bons são estes sonhados por nós...



Quando o Capitão Maia subiu para o Carmo já os cravos encarnados do Rossio se entrelaçavam nos gritos de liberdade do povo de Lisboa.
Os dias bons são estes que fazemos nós, ousando sonhar para lá do tempo triste que nos oferecem como inevitável destino.
Estes são os dias que mudam a História.
E os punhos que erguemos por entre a brisa fresca da madrugada de um Tejo vestido de Abril, rasgam as dores, as penas e os medos que chorámos pelas margens das ribeiras ou então nas praias que a guerra foi deixando vazias de homens e de pão.
O velho tempo já se rendeu ao Capitão Maia…
E também já há cravos por toda a cidade.
As praças estão cheias de gritos, flores e gente, mas por muitos que sejamos na primavera de Lisboa, nós seremos apenas o detalhe feliz de um povo e de um país inteiro que celebra a liberdade.

Sem comentários:

Enviar um comentário