segunda-feira, 11 de abril de 2011

Açorda a maravilha!

Na onda da definição das 7 maravilhas de tudo um pouco, chegou este ano a hora de estabelecer as da gastronomia Portuguesa, o que após um longo período de votação, será comunicado em Santarém (a terra do Festival de Gastronomia) no próximo mês de Setembro.
Foi definida uma lista de 70 pratos divididos por 7 categorias, de onde sairão os vencedores, um por categoria. Realço o facto de o Alentejo ser a região com mais pratos nomeados, nada mais do que 12 (e vão ver que ainda cá faltam muitos), só não estando representado na secção dos mariscos.
Eis a lista:
ENTRADAS: Alheira de Mirandela, Bôla de Lamego, Bolo do Caco, Lapas da Madeira, Espargos com Ovos, Muxama de Atum, Pastel de Bacalhau, Pézinhos de Coentrada, Presunto de Barrancos, Queijo Serra da Estrela.
SOPAS: Açorda à Alentejana, Caldo de Cascas, Caldo Verde, Canja de Borrego, Gaspacho com Carapaus Fritos, Sopa da Pedra, Sopa de Cação, Sopa de Castanhas, Sopa de Peixe da Figueira, Sopas do Espírito Santo.
PEIXE: Açorda de Bacalhau, Açorda de Sável, Arroz de Lampreia, Arroz de Lingueirão, Bacalhau à Braz, Bacalhau à Gomes de Sá, Bacalhau à Zé do Pipo, Bife de Atum à Madeirense, Polvo Assado no Forno, Sardinha Assada.
MARISCO: Amêijoas à Bulhão Pato, Arroz de Marisco, Camarão da Costa da Figueira Cavaco Cozido com Molho Verde, Cracas Cozidas, Lapas Grelhadas dos Açores, Mariscada de Sesimbra, Ostras do Sado, Percebes de Aljezur, Xarém com Conquilhas.
CARNE: Alcatra da Ilha Terceira, Alheira de Mirandela com grelos salteados, Chanfana, Cozido à Portuguesa, Cozido das Furnas, Espetada de carne de vaca em espeto de pau de louro, Leitão da Bairrada, Migas Alentejanas, Posta Mirandesa, Tripas à Moda do Porto.
CAÇA: Arroz de pombo bravo com hortelã, Coelho à Caçador, Coelho do Porto Santo à Caçador, Empada de Coelho Bravo com Arroz de Pinhão e Passas, Feijoada de Javali, Javali no Pote com Castanhas, Perdiz à Algarvia, Perdiz à Caçador, Perdiz de Escabeche de Alpedrinha, Tordos Fritos ou Fritada dos Passarinheiros.
DOCES: Ananás dos Açores, Bolo de Mel da Madeira, Dom Rodrigo do Algarve, Encharcada do Convento de Santa Clara, Ovos Moles de Aveiro, Pão de Rala, Sericá, Pastéis de Tentúgal, Pastel de Belém, Pudim Abade de Priscos.
Quanto à minha escolha, não estranhem, mas como a minha mãe me foi moldando o gosto ao longo destes anos, ela está definitivamente marcada por um “alentejanismo” militante. Aqui vai:
 Pastel de Bacalhau
 Açorda à Alentejana
 Bacalhau à Braz
 Amêijoas à Bulhão Pato
 Cozido à Portuguesa
 Coelho à Caçador
 Pão de Rala
E que tal encontrarmo-nos um dia destes para derrotar alguns destes pratos? Isso sim seria uma maravilha.

1 comentário:

  1. Por vários factores da vida, fui-me habituando a comer de tudo. Só para vos dar uma ideia, na tropa estive quase a ser culpado de um levantamento de rancho não ir àvante. Esqueci-me que era para não comer. Gosto de quase tudo mas se tivesse de escolher desta lista, seria: Pézinhos de Coentrada, Sopa de Peixe, Açorda de Sável, Ostras do Sado. Só faltaram as favas à portuguesa. Bom apetite.

    ResponderEliminar