quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Luzes, câmara e… imbecilidade.

Segundo os dados da Marktest relativos a Outubro de 2011, o programa com maiores níveis de audiência na televisão portuguesa foi o jogo de futebol entre Portugal e a Dinamarca, transmitido pela RTP1 no dia 11. Este programa teve um Share de 52,5%.
Dos cinco programas mais vistos, quatro são jogos de futebol, havendo também um episódio de uma telenovela.
O sexto programa mais visto foi A Casa dos Segredos, transmitido pela TVI também no dia 11 de Outubro, com um Share de 35,7%.
Daí até ao final do Top 10, nada mais existe para além de jogos de futebol e Casa dos Segredos.
Tendo em conta estas escolhas dos portugueses na hora de manipular o comando da televisão, fica claro que em Portugal quem quiser ser famoso e ter uma elevada notoriedade junto do grande público, tem apenas três opções: jogar futebol, ser actor de telenovelas ou então disponibilizar-se para se enfiar numa casa com um bando de energúmenos a fazer as mais tristes figuras que seja capaz.
Dado que às duas primeiras opções se exige talento, ou, no caso das telenovelas, alguns atributos de natureza física, fica explicado porque é tão procurada a terceira via, a dos “Big Brothers”. É a que resta para quem não sabe jogar à bola e não seja uma estampa.
Fui à procura destes números não por acaso, mas buscando as razões pelas quais mais um grupo de estudantes, desta vez de uma escola dos arredores de Sintra, colocou na Internet imagens de um comportamento anormal durante uma aula da disciplina de Português. Pelo conteúdo filmado, a este filme só será possível atribuir um título do género: “As cuecas cá da malta”.
Não restam dúvidas de que tudo vale a pena, até mesmo a imbecilidade, para conseguir captar a atenção do público e alcançar a tão ambicionada fama.
Numa das raras vezes em que se dispôs a prestar serviço público, a RTP iniciou em Outubro a transmissão de uma série de qualidade, “Portugueses Extraordinários”, que retrata a história de compatriotas nossos que por obras valorosas se vão distinguindo, sendo muitos deles indivíduos notáveis que se despojaram de si para se entregarem a causas fantásticas, pondo-se inteiramente ao serviço dos outros.
Dos programas desta série emitidos em Outubro, o que teve maior audiência foi o de dia 28, com um Share de 17,8%, exactamente metade das audiências das cenas temperadas de estupidez e sexo da Casa dos Segredos.
Assim, em Portugal em 2011, uma pessoa que por exemplo crie uma fundação para ajudar no desenvolvimento de centenas de cidadãos deficientes, tem metade das probabilidades de obter notoriedade pela sua obra, do que uma ninfomaníaca que se rebole com homens debaixo de lençóis e que afirme que a África é um país da América do Norte.

Sem comentários:

Enviar um comentário