domingo, 6 de maio de 2012

Maria Inácia


Mãe, jamais quero sair daqui, deste abraço doce e perfeito do teu olhar sobre mim, este despojado mirar, meu eterno abrigo, templo do amor maior nascido da abnegação e da força de conseguir amar muito mais do que saber amar-se a si.
Mãe, meu infinito superlativo de amar.
Mãe, a minha paz é o teu sorriso, o meu alento as tuas palavras, as tuas mãos o meu guia, e os teu beijos, esses tantos que te dou em mil abraços, são o insuflar da vida feliz dos meus sonhos tornados realidade.
Mãe, terá sempre o teu nome, o meu grito na noite e nos perigos, será sempre, mãe, que me ocorrerá no medo. Mãe, certeza, segurança, força e esperança deste menino que por ti e para ti, jamais desistirá de o ser.
Mãe, por mais que o tempo passe e por mais que o espelho insista em desmascarar-me o sonho, não quererei nunca deixar de estar aqui sentado ao teu lado, em tardes de estio sem uma brisa mas com marca de eternidade, nesta cadeira pequena de tinta, cor e flores garridas de Alentejo, para que entre os teus infinitos pontos, alinhavos, chuleios e cerzidos, que sabem a pão, me ensines a ser grande, a ser um pouco como tu és, porque, mãe, tu és maior que tudo.

1 comentário:

  1. Que linda mensagem dedicada à Mãe.
    Felizmente já não tenho a minha já partiu há muitos anos ainda era pequena. Ela é a minha estrelinha que me dá força é o meu anjo da guarda.
    Mas neste dia dedico o dia da Mãe a uma tia que me criou.
    Beijinhos para as mães que já não estão entre nós e para as presentes.
    Feliz dia da Mãe
    M.Pereira

    ResponderEliminar