sábado, 1 de janeiro de 2011

Feliz 2011!

O tempo foge e só nos resta este e mais 364 dias para colocar uma marca de sucesso em 2011.
Torna-se então imperioso, mandatório mesmo, conjugar o verbo VIVER no presente do indicativo, não adiando nem por um segundo, a concretização de todos os projectos que nos levem de encontro aos sonhos, especialmente aos sonhos maiores.
A sorte e o acaso também existem, resultando dos factores que não podemos controlar, mas eu acredito firmemente que somos nós os principais agentes na construção de tudo o que mais ambicionamos, somos nós os arquitectos, os engenheiros, os pedreiros, os carpinteiros, os pintores, os electricistas..., de tudo aquilo que genericamente designamos por felicidade.
Então, muito ânimo e muita alegria, nesta tarefa de fazer deste tempo, um tempo único, inesquecível.
Saúde, paz, amor, trabalho… Que tudo isto rime com o vosso 2011, um ano em que vos peço, continuem por aqui pelo Pomar das Laranjeiras.
Feliz Ano Novo!

1 comentário:

  1. Só posso falar por mim. Até ao momento já venci dois dias deste ano-amaldiçoado-à-partida. No 1º, dormi mais de metade. Não foi mau. No 2º, vi o segundo episódio de uma série muito interessante que passa aos domingos no AXN, às 21:50, chamada "Pilares da Terra", do livro do mesmo nome de Ken Follet. Vi ainda o meu Benfica começar bem o ano, ganhando o primeiro jogo. Não foi mau. Agora só me resta vencer os restantes 363 dias. Se fosse católico diria: "Que Deus me ajude". Assim direi: "Valha-me eu". Bom ano, com saúde e outras benesses, é o meu desejo para os meus amigos. Sejam felizes!

    ResponderEliminar