segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Ser estrela e chamar a sorte


Quão vacina altamente eficaz, este post tem o assumido intuito profiláctico de me proteger no futuro contra as abomináveis mensagens que anunciam a sorte e a fortuna através da multiplicação e reenvio dessas mesmas mensagens.
Há alguns anos em Vila Viçosa, recordo-me que a metodologia envolvia a colocação de cartas anónimas nas nossas caixas de correio, e não sei porquê, missivas muitas vezes acompanhadas por uma moeda de um escudo. É claro que a moeda patrocinava a compra de uma pastilha elástica e a carta acabava invariavelmente no lixo.
Com as novas tecnologias, as contas de e-mail e os telemóveis via SMS’s, passaram a ser verdadeiros lança mísseis ao serviço destes intrépidos crentes na sorte fácil. No caso dos telemóveis, penso que sempre com o natural regozijo das operadoras.
Hoje, após uma e hora e meia para percorrer na minha viatura os 15km que me separavam do centro de Lisboa, no exacto momento em que regressava à superfície após o estacionamento nas profundezas do Campo Mártires da Pátria e estando já na companhia da estátua do Dr. Sousa Martins, o telemóvel soou anunciando a chegada da seguinte mensagem, enviada por um número que eu não consegui identificar pois não constava dos meus contactos:
“Quando tu nasceste caíram gotas de água do Céu, mas não era chuva, era Deus "chorando" por ter "perdido" a mais bela das estrelas...Tu! Jesus ama-te muito... Envie esta mensagem para 10 pessoas incluindo eu. Tens 5 minutos a partir do momento que leres e logo terás uma óptima notícia”.
Eu sei que o lugar até está envolto em misticismo, mas por favor, vir alguém falar-me de sorte…
A disposição não estava definitivamente virada para o tratamento habitual: Apagar.
Fui mais além e resolvi responder ao emissor:
“Meu amigo/a de quem não sei o nome, nasci em Julho ao meio-dia e com um tórrido calor alentejano, pelo que peço desculpa, mas a mensagem jamais me poderá ser dirigida.
Para além disso, se mandou para mim e mais nove, logo lhe digo que esta falta de exclusividade não é grande reconhecimento para a minha pessoa. Afinal qual de nós os 10 é a mais bela estrela?
Recuso-me a enviar a mensagem para quem quer que seja pois por desconhecimento das condições meteorológicas no dia do nascimento das pessoas em causa, corria o risco de como você, ser identificado como um/a grande mentiroso/a.
Jesus ama-me muito. Eu sei. E a melhor forma de retribuir esse amor é não fazer da sorte um acaso, mas construí-la, muito pela fé, mas sobretudo por obras e pelo melhor que tento ser. Nos próximos 5 minutos e em todos os minutos que a vida me oferecer.
E o que mais lhe desejo a si, é que seja feliz.
Um beijo ou um abraço, conforme aplicável”.
E depois, fiquei roído de curiosidade para ver se havia reacção.
A resposta chegou de facto, de uma pessoa que eu estimo muito e há muito, e que justificou a atitude pela amizade com que também me brinda.
Tudo sanado e com a vantagem de que ele jamais me voltará a chamar estrela, sempre, e especialmente em dias de pouca sorte.

1 comentário:

  1. TUDO NA VIDA TEM UM PROPÓSITO...
    POR MAIS SMPLES POSSA PARECER
    RUI PEREIRA

    ResponderEliminar