sexta-feira, 29 de novembro de 2013

O aroma intenso da mais perfeita flor do campo

Sei que nunca ninguém me olhará assim na bênção desse amor que me impele a abraçar-te em cada instante, quando sorrimos os dois, e o teu sorriso é cimento da minha fé e o meu sorriso me devolve ao conforto da criança que me recuso sempre a deixar de ser junto a ti.
Perfeitos são os dias em que a manhã me traz o teu olhar e ao redor do café e do pão, doces são as palavras que sempre falam de nós e soltam todos os afectos, as palavras que trazem para redor da nossa camilha que tem vista para o Terreiro do Paço, todos aqueles que ambos tanto amamos.
Depois gosto quando me vês e comprovas se o meu vestir está alinhado com o frio ou o calor da nossa Vila Viçosa, e mais uma vez me deixo ser menino quando me perguntas:
- Levas lenço de assoar?
Ou:
- Tens moedas para o ofertório da missa?
As duas perguntas que nunca falham, e que, peço a Deus, tarde ou nunca me faltem, mesmo sabendo que já só lhes consigo responder com um breve sorriso e sem palavras.
Sabe bem regressar a casa quando já fumegam sobre a mesa as Sopas da Panela ou as Sopas de Tomate, as minhas preferidas, as que têm o teu toque, e que por terem o gosto do teu amor por mim, nunca ninguém as saberá preparar assim tão perfeitas.
E a tarde é melhor quando a passamos juntos e à conversa, quer aguardemos o momento do chá ao redor da braseira acesa, ou então nos demos o braço na alegria de algum passeio que sempre começa com Ave-Marias na Senhora da Conceição.  
Quando cai a noite e já depois do relógio da torre do Paço calar as horas e todos os quartos, contigo o serão tem o sentido perfeito de estar em casa… e tudo faz mais sentido.
E eu sou mais uma vez, sempre, e como o Zé Artur, um dos teus eternos meninos.
Hoje, quando o sino chamar para a primeira novena da Senhora da Conceição, o momento em que nasceste há setenta e um anos, quero estar contigo e dar-te um beijo.
Um beijo de amor e de uma eterna gratidão por seres tão só a melhor mãe de todo o universo.
Amo-te muito.
Parabéns mãe.  

Sem comentários:

Enviar um comentário