quinta-feira, 9 de maio de 2013

Espigas


Faz este dia o Senhor de todos os dias que hoje sobe ao Céu, divina Ascensão que por legado nos deixa a perfeição da vida, e campo fora nos põe buscando a “hora”, mágico momento, sol a pique, luz que oferece verdade às bênçãos maiores de toda a Terra.
E do campo, dos trilhos floridos de uma primavera que pelo canto louvaremos, em ramos feitos de aromas e cores, para casa traremos a sorte que todo o ano tornará perfeito de graças e abundância.
As espigas de trigo, aveia ou centeio, aquelas que pela força do vento e o peso da mó, no moinho um dia se tornarão farinha, garantam na mesa o pão, o sustento, a força e o alento de todas as horas.
Do ramo que a oliveira oferece, indício da luz que mais tarde brilhará na simplicidade da candeia, viva se torne a paz celebrada nos abraços que pela boa vontade nos unem a todos os outros Homens.
E os malmequeres, rainha das simples mas perfeitas flores do campo, gotas do mar de branco e amarelo que ondas põem na imensidão do verde da planície, com ouro e prata nos brindem na sorte de poder ser mais e ser maior.
Rubras, rebeldes e viçosas, carregue o ramo as papoilas e com elas a vida se inspire e se encha de mais vida, de amor e das bênçãos da paixão.
Que os dias tragam riso, canto, alegria, tudo isso e o vinho que é o mote primeiro para a festa, fermento da uva e do bago que brilhará um dia e se porá à mercê do Homem na vindima, algures por entre as folhas recortadas da videira, verdes irmãs desta que hoje colhemos ao passar.
Que o alecrim, imperial e rebelde aroma nascido aos molhos, traga com o seu perfume, a força e a saúde que nos conduzam para o ano e todos os outros anos, a um outro dia nascido assim.
Com o ramo da espiga atrás de uma porta qualquer do sítio a que chamamos a nossa casa, haja alegria, festa, vida, fé, paixão, amor, ilusão, sonho, amizade… e tudo o mais que à vida acrescenta o melhor sabor, agora e em todos os momentos que ditarão o sucesso nas “horas” de um enormíssimo e doce futuro.

1 comentário:

  1. Este texto é um "Masterpiece"!

    Digo: A Obra-prima do Mestre.


    NOTA: Não se confunda com "A Prima do Mestre da Obra." :)

    ResponderEliminar