segunda-feira, 10 de junho de 2013

Portugal

Heróis de todos os tempos, cúmplices do mar, incansáveis construtores de paz, Homens de fé, predestinados conquistadores da liberdade.

Herdeiros de Afonso e de Henrique, ínclito Infante, navegadores que pelo astrolábio e pela garra se entregaram bravos à rota de todos os sonhos...

Que o destino é sempre nosso, cantado na voz dos poetas eternos: Camões, Pessoa, Sophia... mestres da alma e donos das palavras de um fado que ambicionamos maior.

Do granito das serras nos inspirámos na bravura, dos avós recebemos esse sábio gesto de rasgar a terra e colher dela o pão...

Conquistando horizontes alimentados pela esperança e pelo querer... e sem desistir jamais.

Portugal.

Mais do que um país.

Língua, pátria, terra, gente, um sonho...

Um destino doce e eterno que nos urge saber cumprir.

1 comentário: