domingo, 11 de maio de 2014

Elevar-se como uma Fénix

Na mitologia grega, a Fénix é uma ave que quando morre entra numa espécie de auto-combustão, renascendo mais tarde a partir das suas próprias cinzas. Quando viva, a Fénix tem uma força incrível, sendo capaz de transportar elefantes em voo, presos ao seu bico.
Há algo de cinza nos dias que cruzamos, este tempo em que os Homens excluem outros Homens pelo tom de pele, pela religião, pelo poder económico e também, e muitas vezes, pela ousadia de amar diferente mas da forma que oferece verdade ao que manda o coração.
Há muito de cinza da própria humanidade no pó destes dias tristes em que a perseguição, a tortura e a fome, ecoam demasiadas vezes por entre tantos tristes amanheceres.
Conchita Wurst, ou Thomas Neuwirth, porque pouco importa, é um austríaco que venceu ontem o Festival da Eurovisão com a canção “Elevar-se como uma Fénix” obtendo pontuações máximas de toda a Europa, incluindo Portugal.
Um homem de barba e vestido de mulher, mas que bem poderia ser uma mulher sem barba vestida de homem… e uma canção bem construída e muito bem cantada, que muito mais do que um grito de um grupo de gente a reclamar o justo e merecido respeito pela fidelidade à orientação que o coração sempre nos dá, é a expressão de uma terra, a velha Europa, pátria da liberdade, que precisa de se elevar por sobre as cinzas da intolerância, da guerra, da miséria, da fome, do racismo, da homofobia…
Senhor Putin e seus fiéis acólitos, escutem bem:
- Estamos vivos e sentimos forças para voar com o peso de elefante da vossa intolerância, fazendo-a despedaçar-se algures de forma irreversível!
E depois, e sempre, os Homens não o são pelo que vestem, pelo que têm, pelo que professam, por quem beijam e por quem amam, não o são pelo tom mais ou menos escuro da sua pele; os Homens são Homens, e ponto final.
E os grandes Homens são sempre construídos pelos valores que em si transportam, muito mais do que pelas aparências vãs e tolas que os revestem e os mascaram no caldo do socialmente correcto.
Os grandes Homens são homens, mulheres...
Os grandes Homens elevam-se sempre por sobre as dores e as cinzas e cumprem a sina eterna de saber voar percorrendo a esperança.

Sem comentários:

Enviar um comentário