terça-feira, 13 de outubro de 2015

E a lua conhece-nos bem melhor que o sol...

Cruzo a noite temperada de chuva que parece querer resistir estoicamente ao romper da madrugada.

A música que me tempera o caminho rasga o asfalto da cidade e leva-me para uma estrada de centeio onde os pés descalços beijam a Terra com uma incansável paixão.

E penso em ti...

Tomando das mãos o cheiro semeado pelos beijos das tuas na tarde perfeita que o teu olhar incendeia de paz e prazer nas recônditas galerias da gruta sob os pés do poeta que tão bem nos conhece em tudo e nos segredos.

De noite, só os gatos são todos iguais, pardos; os Homens, são traçados pela sua própria vontade em tudo aquilo que o pensamento denuncia enquanto a cidade se espreguiça e a noite resiste. 

Somos nós entre os segredos, e a lua sabe tudo de nós, conhece-nos muito melhor que o sol.

Sem comentários:

Enviar um comentário