sábado, 13 de setembro de 2014

Capuchos 2014 - Dia 1 / Programa de prevenção da depressão



Aos doze dias do mês de Setembro do ano da graça de dois mil e catorze reuniu-se em távola rectangular de febras e grelhados no ancestral Largo dos Capuchos, em Vila Viçosa, o grupo de amigos mais fantástico do universo.


À sombra da igreja da Senhora da Piedade, não tivemos qualquer piedade para a má disposição e numa terapia feita de gargalhadas renovamos os votos de felicidade para o ano que se segue.

Duas deliberações importantes a registar, vamos reiniciar os passeios de Outono e Primavwra mas em versão Low Cost - Crise 2014, e aprovamos novo plano anti-depressão.
Relativamente a este último ponto, cada elemento do grupo deverá olhar-se ao espelho pela manhã, louvar a Deus pela sua beleza e repetir de seguida:
"Eu sou fantástico(a), quem gosta de mim tem um gosto de excelência e quem me deixa comete suicídio".
Se ao longo do dia sentir a auto-estima a fraquejar, deverá repetir o gesto.
Foi declarado por unanimidade que a camisola vermelha da Madalena que tem um burro e a frase "Olá mano" é património material de interesse do grupo e de que a cápsula do Manuel, onde ele se enfia, é da mesma forma um bem imaterial... e já agora, difícil de entender.
As decisões foram brindadas com ginja, à excepção de um elemento que não bebeu porque ainda tinha de se levantar e não podia dormir nos Capuchos.
Publique-se!

De saída e já depois de chegar a casa, encontrei a minha mãe muito feliz pelos dez poemas de amor publicados e pelo sentimento que eles encerram.
Leu e gostou muito.
Troquei beijos por SMS com a inspiração dos poemas e não resisti a adormecer a sentir-me amado e imaginem... mais maduro do que nunca.

Sem comentários:

Enviar um comentário