sábado, 2 de maio de 2015

“Anita manda os políticos para Sete Rios”


Por muito que o Dr. Mário Soares afirme o contrário, compreenderá por certo o “pai” da nossa democracia que eu cumpra a essência da dita, e que, com base no principio de um Homem, uma opinião; eu não acredite na inocência de Sócrates.
Um político preso nem sempre é um preso político, sobretudo quando pesam sobre a criatura, suspeitas de corrupção; e como eu não acredito na honestidade de quem não trabalha e se dispõe a viver no luxo à custa dos amigos…
Entendo que os cravos atirados contra a prisão de Évora e as velas acesas são “cuspidelas” sobre a memória de Abril e de quem sonhou e construiu a liberdade.
E por muito que o Dr. Passos Coelho elogie o Dr. Dias Loureiro, eu jamais acreditarei na inocência de um dos homens do BPN, empreendedor por certo mas em proveito muito próprio, e por vias demasiado ilícitas que muitas e grandes facturas emitiram sobre os contribuintes.
Mas o homem que saltou do Conselho de Estado por indecente e má figura, continuará por certo a ser generoso na hora de financiar as campanhas partidárias, e só isso justificará estas estátuas de palavras erigidas nas rotundas da rota dos políticos da sua cor.
Palavras que são como pedras atiradas sobre a memória de Maio e da liberdade.
E assim no Dia do Trabalhador, com a simulação do IRS à minha frente e a evidência de que bem mais de cinquenta por cento dos meus rendimentos voou para financiar as PPP’s, os BPN’s e outras coisas que tais, eu contribuinte honesto da nação Portuguesa me sinto uma ilha no mar da imbecilidade.
Serão por certo os sintomas da orfandade política da classe média nacional.
Assalta-me aquela amarga sensação de Outubro estar muito próximo e ter no menu à minha frente o regresso à “Anita no país dos subsídios” e a “Anita vai à Alemanha e aprende a fazer contas”.
Ou as outras Anitas todas.
Valha-me continuar a acreditar na liberdade e em nome dela decretar tolerância zero aos políticos travestidos de heróis.
“Anita manda os políticos para Sete Rios”; para pentearem os macacos, claro.
E já agora façam-me um favor, não comentem este post a dizer quem são os menos maus pois não será por existir a Hepatite C que o Cancro do Cólon passa a ser algo simpático.

Sem comentários:

Enviar um comentário