sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Romaria

Rasgou-se o riso de todas as cores,
Rufam bombos na festa dos sentidos.
Almas… como arcos ao céu erguidos,
No ar, o perfume, bênção das flores.

O povo vem e lava as suas dores,
Mágoas, farturas dos dias vividos,
Arraial, luz e sonhos compartidos
E na rifa saem perfeitos amores.

Morteiro, só o fogo que sobe ao ar
Que saúde é brinde e gente a cantar
Tradição, tão-só este dia novo.

A banda toca quando a Virgem passa,
Desceu do altar a Cheia-de-Graça:
Ave-Maria, Rainha do povo.

1 comentário: