terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Senhora da Conceição, Mãe e Casa…



A fé à solta em louvor e prece chamou ao Céu as mãos que pelos dias tecem vida e liberdade, arados vivos e informais rasgando a terra, os dedos entrelaçados como redes fortes tomando dos mares, sustento e sal, o sentido mais perfeito e divino dos heróis.
Maria de Nazaré.
Senhora da Conceição.
Mãe e casa, muito mais do que tudo...
Mãe de Jesus que em nós persiste Ressuscitado... e Mãe nossa.
Esperança dos pobres, refúgio dos moribundos, pão dos famintos, sustento de dignidade para os desempregados, amparo dos explorados, tecto dos sem abrigo, abraço dos marginalizados, palavra e atenção dos incompreendidos...
Mãe do nosso tempo.
Com o riso da alegria e as penas de chorar, tecemos um rosário que desfiámos nos serões frios onde o silêncio deixou livre a alma a segredar aos lábios...
Ave-Maria.

(A foto foi tirada ontem em Vila Viçosa no Santuário de Nossa Senhora da Conceição, Padroeira e Rainha de Portugal, aqui coroada pelo Rei D. João IV no Século XVII).

Sem comentários:

Enviar um comentário